Vamos transformar juntos o Comércio Exterior no Brasil.

Estão abertas as inscrições para o Programa de Aceleração da 4Comex, a primeira aceleradora exclusivamente focada em comércio exterior.

Faça sua Inscrição

Blog Aceleradora 4Comex

28.01.2020 Cases de sucesso

Você sabe o que é uma organização exponencial?

Provavelmente você já deve ter ouvido esse termo, mas talvez não saiba exatamente ao que ele se refere. Para começar o nosso artigo, trarei a definição apresentada no livro: Organizações Exponenciais - Por que elas são 10 vezes melhores, mais rápidas  mais baratas que a sua (e o que fazer a respeito), escrito pelo Salim Ismail, Michael S. Malone e Yuri Van Guest, segundo os autores:

Uma Organização Exponencial (ExO) é aquela cujo impacto (ou resultado) é desproporcionalmente grande - pelo menos dez vezes maior - comparado ao de seus pares, devido ao uso de novas técnicas organizacionais que alavancam as tecnologias aceleradas.

Apenas ao ler o título do livro e essa breve definição, alguns tópicos já chamam atenção e são justamente algumas das características de uma Exo.

    - Elas são organizações 10 vezes mais rápidas e baratas - o crescimento do resultado da organização não precisa ser proporcional ao tempo investido e, muito menos, aos recursos financeiros investidos. Quando pensamos na lógica tradicional de uma empresa, por exemplo uma indústria, a organização precisaria de 10 fábricas novas para aumentar 10 vezes a sua produção (pensando que a sua fábrica já estivesse operando no limite e que a produção precisasse ocorrer toda ao mesmo tempo). Seguindo a mesma lógica, uma consultoria precisaria de 10 vezes mais consultores se quisesse atender 10 vezes mais clientes. As ExOs quebram esse lógica de crescimento linear, otimizando recursos e tempo.

    - Elas consideram o impacto que geram, o resultado da empresa vai além do tradicional resultado financeiro, é muito maior que isso. Essas organizações têm o potencial de transformar comportamentos, gerar novas categorias de trabalho e gerar transformação social. 

    - Elas atribuem o seu crescimento não apenas a tecnologia, mas as “Técnicas Organizacionais”, isso mostra que o seu modelo de negócio e a forma como a organização é gerida é tão, ou mais importante, que a tecnologia empregada.

Existem algumas outras características que são fundamentais para a existências das Organizações Exponenciais e devem estar no radar de todas as empresas que visam se manter competitivas, como por exemplo a Desmaterialização.

Grandes instalações, exércitos de colaboradores, tudo isso torna uma operação extremamente custosa e a mudança de estratégia algo lento e arriscado. Nas ExOs o modelo de negócios e construído com base nas tecnologias da informação, aquilo que antes era de natureza física, passa a acontecer no mundo digital e sob demanda. Um bom exemplo disso é o famoso AirBnB, enquanto as empresas hoteleiras para crescer precisam construir novos hotéis, contratar e treinar equipes gigantescas, a startup precisava apenas recrutar mais anfitriões qualificados, dispostos a alugar seus quartos ou casas para viajantes.

Outro exemplo de transformação digital que está muito presente no nosso dia a dia são os mapas. Os produtores de mapas e atlas viram seus produtos serem substituídos por aparelhos de GPS, que por sua vez foram substituídos por sensores nos Smartphone, mais baratos e que se mantinham atualizados pelo poder da colaboração, no qual os próprios usuários passam a ser os provedores de conteúdo para viabilizar a atualização em tempo real e praticamente sem custo para o usuário final, como é o caso do Waze.


Mas o que significa ser exponencial?

Vamos voltar um pouco no tempo para que você possa entender ainda melhor o conceito da exponencialidade e suas origens, pois os seus efeitos com certeza você já está sentindo, tanto na sua vida pessoal e cotidiana, como na sua vida profissional.

Tudo começou com a Lei de Moore, que diz, basicamente, que a relação preço / desempenho da computação dobraria a cada 18 meses… basta imaginarmos que não faz muito tempo o computador de uma renomada universidade era menos potente que um smartphone e o quão rápido essa evolução aconteceu diante de nossos olhos.

O futurista Ray Kurzweil expandiu a visão de Moore, mostrando que qualquer domínio que fosse impulsionado pela informação (alimentado por fluxos de informação) poderia dobrar sua relação preço / desempenho anualmente. A esse fenômeno ele deu o nome de Lei dos Retornos Acelerados (LOAR).

Além disso, a medida que diferentes tecnologias se entrelaçam, elas ganham ainda mais potência, um exemplo é a forma como os algoritmos de Inteligência Artificial de Aprendizado Profundo podem ser utilizados para analisar com precisão cada vez maior os exames de câncer.

A tecnologia passa a ser uma alavanca para o potencial humano. Ao passo que as Organizações Exponenciais estão reformulando a forma como vivemos e tornando os dias das Organizações Lineares contados.


Como tudo isso impacta a sua empresa?

A primeira coisa a se pensar é que os avanços contínuos da tecnologia trazem uma série de mudanças na economia, no modo de gerir das empresas e principalmente no comportamento do consumidor. Esse último fator é o grande motor que motiva as organizações a buscarem a inovação e rápido, pois tanto o seu cliente externo, o seu consumidor, como o seu cliente interno, os seus colabores, passam a exigir novas formas de se relacionar e novas soluções para os seus desafios.


E quais são as principais características das ExOs?

    - Essas empresas encaram a gestão de recursos humanos e ativos de forma diferente, com equipes centrais pequenas e um grande número de prestadores de serviço descentralizados e que operam de acordo com a demanda.

    - Não são apenas os recursos humanos que são utilizados sob demanda, essas organizações focam em estruturas enxutas e alavancam recursos externos para executar funções do seu negócios, até mesmo funções críticas.

    - Utilizam modelos de gestão mais descentralizados e com grande autonomia.

    - São empresas focadas na construção de comunidades, que podem ser compostas por usuários, clientes, parceiros e mesmo fãs da marca. A comunidade participa ativamente da empresa, podendo ser envolvida na criação de novos produtos e serviços. Em alguns casos a comunidade é parte do próprio serviço, como por exemplo no caso do Facebook ou do Wikipedia, em que o conteúdo que faz parte do core da empresa é produzido por seus usuários.

    - Os produtos e serviços da empresa são baseados em informação. Algumas empresas possuem um mix de produtos físicos complementados por serviços baseados em informação e que geram receita, um bom exemplo é a Apple, que tem o Iphone, produto físico e a App Store, que vende aplicativos.

    - As funcionalidades sociais e a colaboração têm um papel fundamental na oferta do produto ou serviço, como é o caso do Waze, por exemplo, em que as atualizações são feitas pelos usuários.

    - São organizações que aprendem através de algoritmos e aprendizado de máquina. Que têm objetivos ousados e um propósito claro, bem difundido e que visa transformar a sociedade. Medem seu progresso através de métricas, do avanço do seu portfólio de inovação e do impacto gerado por seu propósito.


E aí, quais dessas características a sua organização já incorporou ou está incorporando?


Juliana Feitosa

Gestora Operacional - Aceleradora 4Comex

Vamos Conversar? Cadastre seu email e fique conectado com esse ecossistema de inovação.

Realização

A Columbia Trading é uma empresa atuante no ramo logístico e trading no Brasil, parte do Grupo ECOM, líder mundial em operações de Trading de Commodities Agrícolas, é prestigiada por ser uma das empresas mais éticas e responsáveis. Associada ao Instituto Ethos, pautam a experiência do usuário (UX) como ponto chave para o sucesso. Em 20 anos de existência, especializaram-se em soluções para Comércio Exterior, além de possibilitar um processo mais otimizado de importação e exportação aos seus clientes. Veja mais:

www.columbiatrading.com.br
Contato
imprensa@a4comex.com.br
projetos@a4comex.com.br